Me apaixonei por um amigo hétero

Cronistas de Quarto - Relacionamentos

Eu nunca lidei muito bem com meus sentimentos. E descobrir que eu não era o estilo tradicional de garoto também não contribuiu muito para que eu encontrasse a maneira certa de lidar com eles.
Todo mundo sabe como é gostar de alguém que não gosta da gente. É algum muito como que comigo começou lá na época de escola. A primeira pessoa de quem eu gostei foi uma garota. Era bem aquele estereótipo de filme, o nerd gordinho que gostava da garota popular. Pra minha sorte, ela era bem legal e sempre me tratou super bem. Mas é claro que eu não tinha nenhuma chance então, tive que aprender a lidar com isso.


A principal diferença entre um amor não correspondido hétero, e um amor não correspondido entre gay e hétero é que o tipo de coisa que você engole seco. E nesse caso, você só tem duas opções. Ou conta para a pessoa ou esconde esse paixão bem no fundo e espera ela morrer.
Se você escolhe a segunda opção, como eu fiz, o tempo dessa paixão passar vai depender da frequência que vocês se veem. No meu caso, eu via ele todos os dias. O que não ajudava claro.
Se você já passou por alguma situação parecida, o meu conselho é esqueça isso.


Ele é hétero, e muito provavelmente não vai querer nada com você além de amizade. Além de ter uma grande chance de arranhar a amizade, dependendo do que você tentar fazer.

Nada como uma nova pessoa para tirar outra da cabeça. Isso foi algo que me ajudou a esquecer paixonite que eu sentia. Pouco tempo depois, eu já não sentia nada por ele.
Se distancie
Essa é uma dica para ser usada em último caso. Afinal, se vocês forem amigos, uma das partes de se distanciar não fará muito bem. A menos que você saiba fazer isso com jeito.

Se vocês forem grandes amigos e tiver intimidade para falar isso, é o melhor jeito. Isso porque passará mais confiança. Mas se ficar na dúvida. Não faça. Foi algo que fizeram comigo, e eu pelo menos achei legal da parte da pessoa. Entendi o que ela sentia, expliquei e continuamos amigos.
Entenda que a vida não é como nos livros e nos filmes. Aceite que nada poderá acontecer e bola pra frente. 

Blogueiro, criador do Cronistas de Quarto, amante de chuva, música, cinema e passar horas no quarto rabiscando aventuras.

Se você gostou desse texto, deixe aqui seu comentário. :)

comentários