Um post para ser feliz

Cronistas de Quarto - Crônicas - Ser Feliz

Um dia desses eu recebi um convite no meu Facebook de uma pessoa que havia acabado de conhecer. Por isso, quero te convidar para conversarmos um pouco sobre o redes sociais e o conceito de felicidade.

Cadê as fotos?

Se você visitar as minhas redes sociais, como Facebook e Instagram, vai notar que eu realmente não costumo publicar frequentemente. Meu Facebook está as moscas, eu atualizo meu Insagram, mais ou menos, uma vez por mês. Até o Twitter, a minha rede social favorita, anda meio de lado mesmo sendo o lugar onde eu mais publico coisas. Eu sou bem ativo no Snapchat, isso é verdade, mas depois de 24 horas o conteúdo some para sempre,.

Mas porquê isso? Bom, foi algo que aconteceu naturalmente. O que eu quero compartilhar você é nada mais nada menos do que um estudo pessoal sobre as motivações das pessoas e a forma como as redes sociais transformaram o conceito de vida feliz.

Semana passada passei o domingo todo na piscina, terça a noite fui jantar em um restaurante super legal, na quarta fui ao cinema com uma pessoa muito especial. E ninguém ficou sabendo. Mas porquê eu fiz tantas coisas e não fiz nenhum post?

A minha resposta é: eu sempre esqueço. Acho que porque estou ocupado demais aproveitando aquele momento e acabo me desligando de todo o resto. Muitas vezes até esqueço o celular em casa.

Eu sou muito feliz por desde pequeno estar cercado de pessoas que sempre tiveram opiniões fortes sobre felicidade e como alcançá-la. Quando você faz um post no seu Instagram, o que está querendo dizer? Você quer dizer para o mundo que você é o tipo de pessoa que vai à tal lugar. Que você é o tipo de pessoa que frequenta restaurantes caros, que compra coisas que todo mundo gostaria de comprar. E para quê? Para que as pessoas te vejam, te admirem. Para que os outros notem você por ser alguém que é ou tem coisas que elas queriam ser ou ter.

É muito legal ter atenção, eu sei disso. Mas qual o sentido disso tudo? O conceito de felicidade agora é a quantidade de curtidas que a sua foto teve? Quantas pessoas viram aquilo e admiraram? Isso realmente faz sentido dentro do círculo vicioso onde as redes sociais colocaram as pessoas. E quando viajo ou vou a algum lugar e não publico sequer uma foto, sou visto como alguém que desperdiça isso.

Escolhendo o filtro da sua felicidade?

Não estou dizendo que você não deve postar nada. As redes sociais estão aí  para registrarmos momentos da nossa vida. São como o álbum de fotos do novo século. Mas o problema é essa proposta acabou sendo distorcida pelo ego das pessoas. Eu recomendo muito você dar uma lida sobre overshare.

Eu não quero generalizar, mas quem precisa fazer muitos posts e mostrar tudo que acontece em sua vida são pessoas inseguras. Eu me considero uma pessoa muito segura sobre o que me faz bem. Então, deixo uma pergunta para você: você realmente precisa fazer tantos posts para ser feliz?

Blogueiro, criador do Cronistas de Quarto, amante de chuva, música, cinema e passar horas no quarto rabiscando aventuras.

Se você gostou desse texto, deixe aqui seu comentário. :)

comentários