A vida é feita de recomeços, revoltas e aceitações.

A vida é feita de recomeços, revoltas e aceitações.

 

A vida é feita de momentos novos a todo instante. Você escolhe olhar para o começo ou para o fim. Como as coisas terminam ou como elas acabam, a perspectiva certa e como isso vai te afetar fica na palma da sua mão para escolher.

Alguns preferem olhar o quanto algo foi doloroso, sofrer e viver esse sentimento como uma droga que corre pelo sangue, queimando e consumindo os pensamentos.

Outros preferem olhar o quanto foi incrível e, bom, isso não precisa de muitas explicações. É o que todos deveríamos ver ao invés de sermos menos rancorosos.

Em 2017, eu não fiz uma listinha de resoluções. Eu sou pragmático, e tentar cumprir todas as promessas é difícil. Ao invés disso, eu fiz uma promessa que afeta todo o conjunto da obra. Uma promessa que afeta tudo aquilo em que eu me envolver.

Qual é o seu maior desejo? Ficar rico? Viajar? Encontrar um grande amor? Talvez comprar um celular novo e mais moderno? Ou aquela jaqueta irada que chegou na nova coleção da sua loja favorita. Ok, mas, em algum momento, você já parou para pensar um pouco menos em você e nas coisas que você quer por vaidade?

Neste ano, eu prometi ser uma pessoa melhor não apenas para os outros, mas para mim mesmo. Parar de me envenenar com coisas superficiais, com companhias tóxicas. Eu tenho me esforçando de forma sincera em ser uma pessoa melhor.

Isso não quer dizer ser um bobo alegre que sai por aí dizendo bom dia para o mundo. Quer dizer saber o que é bom para você e o que é bom para a pessoa que está ao seu lado. Ela precisa de um abraço? Ou talvez ela precise de alguém que escute os problemas dela e dê uma opinião sincera, pensada. Não baseada em quem você é.

Talvez você precise se preocupar menos com o tênis novo na vitrine, talvez você precise se preocupar menos com várias coisas que não são essenciais. No meu último texto, eu digo e repito aqui:

Não é algo fácil. Ser alguém melhor está nos atos mais simples como levantar da cama ou  até mesmo tomar uma decisão importante no trabalho. Talvez você reclame que tem se doado demais, tem trabalhado demais ou ajudado demais. Mas, será que são as coisas e pessoas certas? Por natureza, ninguém é bom em diferenciar o que é melhor do que é mais fácil ou desejável.

Seja o melhor em tudo que você faz.

No seu bom dia.

Na hora de dormir.

Nas suas atitudes.

Na forma como olha o mundo pela janela.

Na forma como você se vê no espelho.

E tenha certeza de que em algum momento, coisas boas chegarão. Normalmente temos essa mania de esperar sempre pelo pior, uma coisa que precisamos aprender a não fazer.

 

Blogueiro, criador do Cronistas de Quarto, amante de chuva, música, cinema e passar horas no quarto rabiscando aventuras.

Se você gostou desse texto, deixe aqui seu comentário. :)

comentários