Meu mantra contra a decepção.

Cada um oferece aquilo que tem.

Desde os acontecimentos que me fizeram escrever o meu primeiro livro, este tem sido o meu lema. Não é sobre guardar rancor, não é sobre remoer o passado.

E muito menos esperar algo dos outros.

Você deve saber do que eu estou falando. Qual é o valor que você que daria para o seu coração? Uma joia tão pequena, sensível e forte que mantém a sua alma viva.

Para o mundo, ele não vale nada.

Para o mundo de outras pessoas, menos ainda.
Já para o seu mundo…

Oferecer coisas sem esperar algo em troca pode ser um exercício bem difícil de ser feito. Mas o que você ganha sendo generoso é algo muito mais valioso. Embora, nem sempre possa parecer.

Quando ofereci amor, eu ganhei lágrimas.
Quando ofereci cuidados e atenção, eu recebi o silêncio.
Quando ofereci minha amizade, eu recebi traição.
Quando eu ofereci meu mundo, tudo o que eu vi foi ele ser incendiado por mãos que eu não imaginei.

Eu esperava poder ajudar, eu esperava que fossem ficar felizes por eu estar ali. Eu imaginei que poderia fazer alguma diferença.

Mas eu estava enganado.

Esperando demais.

Mas se eu seguisse o exemplo deles, me tornaria igual. E por isso eu digo: dê um bom dia mesmo que não respondam você. Sorria mesmo que te olhem com desprezo.

Eu não consigo entender porque pensam que ser uma atitude positiva é ser bobo ou inferior.

Desde quando bondade é um sinal de fraqueza?

Quando a maldade passou a ser sinal de força?

São perguntas sem respostas.

Mas eu continuo firme no meu objetivo.

Não tenho mais lágrimas para chorar.

Não tenho mais coração para ser partido.

Apenas deixo que essas tristezas caiam no vazio que ficou no lugar.

Eu só tenho bondade, amor e carinho para oferecer, e se eu tiver que ser a única luz na escuridão, faço a minha parte para que esse brilho não tenha sido em vão.

Porque na guerra entre o bem e o mal, eu escolhi a paz.

Blogueiro, criador do Cronistas de Quarto, amante de chuva, música, cinema e passar horas no quarto rabiscando aventuras.

Se você gostou desse texto, deixe aqui seu comentário. :)

comentários