Eu te amei no escuro.

Photo by Cherry Laithang on Unsplash

Eu te amei no escuro, quando velhos medos me assombravam e eu decidi sair de casa para encontrar um estranho. No meio da chuva e do frio que faziam do lado de fora, nada era pior do que o clima que fazia aqui dentro.
O mundo se aqueceu se eu entendi que tudo poderia ser diferente mais uma vez.
Novos momentos nascem, novos começos brotam de velhos espaços desocupados.


É difícil saber quando o amor começa ou termina, é difícil entender o que se sente em meio a tantas feridas e dores abertas. Não é fácil discernir o que é real do que é uma dor do passado.
São duas taças. Uma com veneno e outra com vinho.
Eu sempre escolhi as pessoas erradas.
Ou talvez já não existam pessoas certas para serem escolhidas. Talvez eu esteja tão cansado de procurar, solitário no topo do meu castelo.

 

Se você gostou desse texto, deixe aqui seu comentário. :)

comentários