Voltei.

(Créditos: Tumblr)
(Créditos: Tumblr)

Não sei bem por onde começar. Com palavras nostálgicas e sentimentos familiares ou com uma longa explicação sobre todo esse hiato em que esse blog ficou offline.

Antes de tudo, esse texto tem dois objetivos. Falar com quem já é de casa, conhece minhas palavras, mas talvez não esteja me reconhecendo. O segundo objetivo é falar com quem está chegando agora, um momento tão singular das nossas vidas.

O Cronistas de Quarto foi um projeto iniciado por um adolescente, lá em 2014. Sem muitas pretensões. O nome desse menino é Lair Gonçalves. Como você pode imaginar, muitas coisas acontecem em pouco tempo. De 6 anos até agora então, você deve ter uma ideia de que muita coisa mudou também.

A razão para o blog voltar é que eu tenho um profundo respeito pelo Cronistas de Quarto, um respeito que só perde pelo amor e carinho pela minha primeira ideia que me trouxe um sentimento de felicidade genuína quando algumas pessoas liam meus textos e me enviavam mensagens de felicidade dizendo que, de alguma maneira, minhas palavras ajudaram elas de alguma forma. E é por respeito a elas e ao blog, por todos que pediram que eu voltasse com ele e que nunca parasse de escrever que estou aqui novamente. E mesmo que por várias vezes eu pensasse em encerrar o blog e criar algo que eu achasse que tivesse mais a ver com a minha fase atual, eu sinto que eu não poderia matar o que um velho eu criou de mais belo para as pessoas.

Vou explicar aos poucos, do meu jeito meio profundo, existencialista e reflexivo, tudo o que aconteceu nesse período. Vou falar principalmente da minha transformação e dessa nova identidade que vai continuar o trabalho do Lair.

Fico feliz por ter você aqui comigo.

Como eu sempre dizia, este blog é como um seu quarto na internet. Feito para ser familiar, aconchegante, seguro e confortável.

Você pode me acompanhar mais de perto pelas minhas redes sociais como Instagram ou Twitter.

Ou pode me enviar um e-mail. Eu vou adorar conversar com você: lairgoncalves@globomail.com

Um grande abraço.
Nos vemos nos próximos textos.

Se você gostou desse texto, deixe aqui seu comentário. :)

comentários